Educação

Ensino Médio de ontem e de sempre

Pesquisa divulgada pelo Estadão, dia 17 de maio de 2012, revela que o Brasil teve o pior desempenho na taxa de reprovação no ensino médio, entre colégios públicos e privados, desde que as estatísticas passaram a ser divulgadas, em 1999. O índice de 2011 ficou em 13,1%, registrando aumento de 5% em relação ao ano anterior. Os dados são do Inep, divulgados nesta semana. (matéria em atualidades, à direita do site) Seja o ensino médio seja o velho colegial, essa etapa continua sendo um grande entrave pedagógico na já saturada lista de problemas educacionais que abrangem todos os níveis...

Leia Mais...

Em defesa do Enem

Marcos Bagno – Fevereiro de 2012 Mais de cinco milhões de estudantes brasileiros participaram do último ENEM. Para quem não sabe (e para se ter uma ideia do que esses números representam), a população absoluta de muitos países (Dinamarca, Finlândia, Noruega, Nova Zelândia, Uruguai, etc.) não chega a esse total. Isso quer dizer que se, por exemplo, cinco mil testes tivessem apresentado algum problema, seria apenas 0,1 por cento do universo de provas. Se fossem quinhentos mil, seriam 10 por cento. No entanto, em todo o histórico do ENEM, em nenhuma de suas edições ocorreram tantas...

Leia Mais...

O PISA 2009

ETERNAMENTE  FRACOS   Apesar de o país ter atingido a média de 412 pontos em leitura no Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) 2009, acusando uma pequena melhora, 412 pontos equivalem ao nível 2 de proficiência em leitura, 49,6% dos 20 mil brasileiros avaliados estão em níveis de proficiência ainda piores. O nível 2 é considerado como básico ou moderado pelo exame.  Deve-se considerar que a primeira nota de leitura do país no exame em 2000, o Brasil obteve parquíssimos 396 pontos. Tivemos um avanço de 16 pontos. Ainda assim, dentre os 65 avaliados,...

Leia Mais...